Reprodução
Reprodução

Vídeo mostra presos usando drogas em Goiás, e diretora do presídio é afastada

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária determinou o afastamento da diretora Edleidy Rodrigues e instaurou sindicância para averiguar a veracidade dos fatos

O Estado de S.Paulo

06 Janeiro 2018 | 21h54

Um vídeo supostamente gravado dentro da Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e que mostra os detentos fazendo festa e usando drogas levou neste sábado, 6, ao afastamento da diretora da unidade, Edleidy Rodrigues pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) de Goiás.

O vídeo, abaixo, foi obtido pelo jornal local O Popular e cedido ao Estado.

+++ Após motins, secretário de Goiás critica falta de recursos federais para segurança

O presídio foi palco de duas rebeliões este ano. A primeira, no dia 1 de janeiro, causou a morte de 9 presos, que foram carbonizados (alguns deles, decapitados) e 14 feridos. O vídeo, supostamente gravado no dia 1º, mostra detentos usando drogas no interior da unidade, durante o que parece ser uma festa de aniversário. Por meio de nota, a DGAP informou que, ao tomar conhecimento das imagens, seu diretor-geral, coronel Edson Costa Araújo, determinou a abertura de sindicância para averiguar a veracidade dos fatos. 

+++ Cármen Lúcia fará 'blitz' em presídio de GO e quer debate com governadores

Até o encerramento da apuração, o servidor Álvaro Rosa Silva responderá interinamente pela unidade. A DGAP também acionou a corregedoria para investigar o que ocorreu.

* Com informações da Agência Brasil

Mais conteúdo sobre:
Goiás [estado] rebelião de presos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.