Videoaulas do PMDB devem ser suspensas

MINAS

, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2010 | 00h00

O juiz-auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral de Minas, Octavio Augusto De Nigris Boccalini, concedeu liminar em ação proposta pelo PSDB e determinou que o PMDB e o senador Hélio Costa (foto) - pré-candidato do partido ao governo mineiro - suspendam as videoaulas veiculadas por canal de satélite ou meio de radiodifusão até o julgamento do mérito. A próxima videoaula estava prevista para ser transmitida via satélite no dia 31 para cerca de 500 municípios. A legenda tucana alega que a primeira transmissão, no dia 17, teve cunho eleitoral. Costa teria proposto aos telespectadores debate sobre segurança, saúde e transporte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.