Videogame sobre guerra com tráfico é liberado

Está liberada a comercialização no País do videogame Counter-Strike que, segundo o Ministério Público Federal, tem como conteúdo a guerra entre traficantes e policiais do Rio. O Tribunal Regional Federal da 1ª Região derrubou proibição judicial para comercialização. A Eletronics Arts alegou que proibição seria censura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.