Vigia da CPTM morre atropelado por trem

Um dos seguranças da estação Ferraz de Vasconceles, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), funcionário da empresa Gocil, que presta serviços à empresa estatal, morreu, à 0h50 deste sábado, ao ser atropelado por um trem.O trem seguia pela linha E, que faz a ligação entre as estações Estudantes, em Mogi da Cruzes, e Brás, no centro-leste da capital. O acidente ocorreu na via férrea 2, no trecho após a estação Ferraz, quando a composição dirigia-se em direção à estação Eduardo Gianetti, em Guainazes, zona leste da cidade. No momento do atropelamento, Wellington fazia o parulhamento a pé na linha férrea acompanhado de outros dois seguranças, que perceberam a aproximação do trem e ainda alertaram o rapaz. Ainda segundo os colegas de Wellington, o maquinista acionou a buzina e jogou o farol, mas o segurança, por motivo que ainda é um mistério, não saiu da via férrea e foi atingido pela composição, morrendo instantaneamente.A liberação da linha ocorreu rapidamente e desde às 4h os trens circulam normalmente. O caso está sendo registrado no Distrito Policial de Ferraz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.