Vigias facilitavam assaltos, em troca de 10% do roubo

Um grupo de vigias contratava assaltantes para roubar as agências bancárias onde trabalhavam, em troca de 10% do dinheiro roubado. A Delegacia de Roubo a Bancos do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) prendeu dois vigias e procura um terceiro, acusado de ter planejado pelo menos dez assaltos em um ano na capital e Grande São Paulo. Outros quatro ladrões também foram presos. O próximo roubo estava previsto para ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.