Vigilância epidemiológica descarta surto de rotavírus no País

Serviços de saúde do País começam a registrar o aumento de comunicados de casos de rotavírus, doença que provoca diarréia e atinge pessoas de todas as faixas etárias. O diretor do departamento de vigilância epidemiológica do Ministério da Saúde, Expedito Luna, no entanto, descarta a existência de um surto da doença no País atualmente. "Houve um surto de diarréia na Bahia, outro em Tocantins, provocado por rotavírus e outros agentes infecciosos", conta. Luna afirma que, tradicionalmente, nesta época do ano, há um aumento natural de infecções por rotavírus na região Sudeste. No verão, maior tendência de aumento ocorre na região Norte e Nordeste. Este ano, com a inclusão da vacina do rotavírus para crianças menores de um ano, houve maior divulgação sobre a infecção, em todo o País. "Isso despertou a atenção tanto de médicos quanto de pacientes", observa. "Mais bem informados, é natural que haja um aumento de notificações das infecções", completa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.