Vila Maria cememorou 89 anos com bolo de 89 metros

Foram 2.600 ovos, 300 quilos de farinha de trigo, outros 300 de açúcar e mais 10 de fermento: o resultado agradou o paladar dos moradores da Vila Maria, na Zona Norte de São Paulo. Os 89 anos do bairro foram comemorados com um bolo de 89 metros. Durante todo o dia, vários artistas locais passaram pelo palco montado perto da mesa gigante, na Praça Santo Eduardo. Com uma hora de atraso, às 13h, o bolo começou a ser servido a cerca de 500 pessoas. Ao contrário do tradicional bolo do Bexiga, não houve avanço à mesa. Hoje a comemoração do aniversário do bairro continua. Haverá missa às 9h e desfile de carros antigos na seqüência.Povoado por alemães e depois por portugueses, o bairro surgiu às margens do Rio Tietê como área agrícola no início do século 20. "Mais tarde, tornou-se referência da política paulista. O ex-presidente Jânio Quadros começou sua carreira na Vila Maria", contou o subprefeito Antônio Perosa. "Hoje, os problemas mais sérios e que estamos combatendo são a habitação, pois ainda há muitas favelas, e a violência. Temos a indicação de que a Vila Maria é a base de grupos criminosos porque está perto de rotas de fuga."Morador há mais de 30 anos, o consultor de empresas Ramiro Santana Neto diz que adora a Vila Maria. "As pessoas são solidárias, parece cidade de interior."Hoje a Vila Maria também é a morada de muitos nordestinos. Pessoas como Rúbia de Oliveira, que veio do Rio Grande do Norte com o marido e os filhos para passear e acabou ficando de vez. "Aqui é melhor para trabalhar", disse.O operador de realejo João Patrício do Nascimento garante: seu papagaio só tira mensagens de boa sorte para os moradores da Vila Maria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.