Violência deixa 28 mortos em SP no ano novo

Vinte e oito pessoas foram assassinadas na capital e Grande São Paulo entre a noite de ontem e a madrugada desta quarta-feira, primeiro dia de 2003. O maior número de homicídios ocorreu na capital paulista, com o assassinato de 15 pessoas. Na região metropolitana, os municípios com maior número de mortos foram Guarulhos, Mauá, São Bernardo do Campo e Jandira, onde, numa única ocorrência, dois motoqueiros foram executados provavelmente por vingança. As cidades de Santo André, Diadema, Francisco Morato e Ferraz de Vasconcelos registraram um homicídio cada uma. Na capital, um latrocínio - roubo seguido de morte - foi registrado no bairro de Vila Liviero, na zona sul de São Paulo. A vítima foi o policial militar Evandro Luiz Lourenço, de 31 anos, morto quando chegava à casa da mãe para passar o réveillon com a família. Ele acabou sendo assassinado com vários tiros por assaltantes que tentaram roubar o seu carro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.