Violência fecha Jardim Zoológico no Rio

O Jardim Zoológico do Rio fechou por causa daviolência no Rio, pela primeira vez desde que foi inaugurado, há57 anos. Uma troca de tiros entre PMs do 17.º Batalhão da PolíciaMilitar (São Cristovão) e traficantes no Complexo da Mangueira,que acabou atingindo com gravidade o soldado Fernando César,levou pânico a multidão que visitava o Zôo, cerca de 2 milpessoas, no final da manhã de hoje (23). Um tiro de fuzilacertou o Centro de Educação Ambiental e Pesquisa e uma porta deblindex foi estilhaçada. Não houve feridos entre funcionários do Zôo e os quepasseavam no local. Mas a administração da casa, atendendo a umpedido da PM, resolveu fechar o Zôo, que deve abrir amanhã, normalmente. Durante o tiroteio, Fernando foi baleado na cabeça porum tiro de fuzil, e levado, em estado grave, para o HospitalSouza Aguiar, no centro. Os policiais solicitaram reforço e oBatalhão de Operações Especiais (Bope) foi ao local para ajudarno combate aos traficantes. Um helicóptero foi utilizado na operação. O confrontocomeçou atrás do presídio do Galpão da Quinta da Boa Vista, noComplexo do Morro da Mangueira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.