Violência nas estradas estaduais diminuiu neste Natal

Números absolutos são superiores aos do ano passado, mas cai quando levados em conta outros parâmetros

AE

26 de dezembro de 2007 | 06h52

Segundo o Comando da Polícia Rodoviária Estadual, o feriadão de Natal deste ano, entre os dias 21 e 25 de dezembro, registrou nas estradas estaduais um total de 1.175 acidentes, com 770 pessoas feridas e 44 mortes. Apesar do número absoluto de acidentes no ano passado ter ficado em 1.209, apenas um pouco acima do número absoluto registrado neste ano, o índice de redução é de 48,7%, se calculado com bases em diversos parâmetros, entre eles o aumento na frota de carros, o aumento na quantidade de veículos que passaram pelas rodovias e um feriadão com mais dias em relação a 2006. Em relação ao número absoluto de feridos, no ano passado tivemos 686 vítimas contra 770 deste ano. Apesar do aumento, o índice, calculado com base nos mesmos parâmetros, teve uma redução de 40,8% de 2006 para 2007.  O mesmo ocorreu em relação às mortes registradas. Em 2006, houve 30 mortes nas estradas estaduais; neste ano foram registradas 44. Em números absolutos, houve um aumento de 14 mortes, mas, com base nos parâmetros já citados, o índice de mortos teve uma redução de 22,7%. Segundo a Polícia Rodoviária, a causa principal da violência nas estradas mais uma vez foi a imprudência dos motoristas, que abusaram, trafegando numa acima do permitido e realizando ultrapassagens perigosas e proibidas.

Tudo o que sabemos sobre:
EstradasNatal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.