Violência no Líbano e reaparição de Fidel são destaques no fim de semana

Manifestações começaram após atentado em Beirute; líder cubano apareceu em foto ao lado de ex-vice-presidente venezuelano

22 Outubro 2012 | 09h19

Após sete meses sem aparecer em público e em meio a rumores sobre seu estado de saúde, Fidel Castro teve um suposto encontro com o ex-vice-presidente da Venezuela Elías Jaua, que mostrou à imprensa o que seria uma foto da reunião neste domingo, 21.

Também no domingo, 21, o 'Estado' publicou entrevista exclusiva com o ex-presidente do PT José Genoino, que afirmou sobre sua estratégia de defesa no mensalão: "Nunca entreguei ninguém na minha vida. Nem no pau de arara."

Durante todo o final de fim de semana, o Líbano viveu as consequências violentas da explosão de um carro-bomba que matou 8 pessoas, entre elas Wissam al-Hassan, chefe do serviço de inteligência do país.

Veja os destaques do fim de semana:

1 - Na primeira entrevista exclusiva concedida desde que foi condenado por corrupção ativa pelo Supremo Tribunal Federal (STF), José Genoino, ex-presidente do PT, afirma que sua estratégia de defesa não aponta o dedo para companheiros. "Nunca entreguei ninguém na minha vida. Nem no pau de arara".

2 - Fidel Castro apareceu para um pequeno público pela primeira vez em quase sete meses durante o fim de semana. A informação é do ex-vice-presidente venezuelano Elías Jaua, que afirmou ter se encontrado com o líder cubano no sábado, em Havana, afastando rumores de que o líder revolucionário estaria à beira da morte.

3 - Pelo menos três pessoas morreram e quatro ficaram feridas no domingo, 21, após um homem atirar dentro de um spa localizado próximo a um shopping center em Brookfield, no Estado americano de Wisconsin. O atirador, Radcliffe Franklin Haughton, de 45 anos, foi encontrado morto pelos policiais.

4 - A explosão de um carro-bomba em um bairro cristão de Beirute matou oito pessoas na sexta-feira, 19, entre elas Wissam al-Hassan, chefe do serviço de inteligência do Líbano. A autoridade teve papel importante nas investigações sobre o assassinato do ex-primeiro-ministro libanês Rafic Hariri, há sete anos. Após o atentato, o país vive uma escalada na violência.

5 - O Palmeiras fez a sua parte e venceu o Cruzeiro por 2 a 0 em Araraquara. Também contou com uma ajuda do arquirrival Corinthians, que empatou com o Bahia por 1 a 1 no Pacaembu. Com exceção da vitória do Sport, uma posição à frente, a rodada, que termina na quarta-feira, foi quase perfeita para o time alviverde e renova as esperanças contra o rebaixamento.

6 - Com 51 pontos marcados no Ibope, e picos de 54, o último capítulo de Avenida Brasil, na última sexta-feira ,19, tornou-se a maior audiência do ano na Globo. Mas com 39 pontos de média na Grande São Paulo o folhetim ainda ficou no rol das piores médias de audiência no horário nobre da emissora.

7 - O YouTube deve ter uma nova fonte de receita até o final do ano. O site de vídeos, que hoje tem a publicidade como sua única fonte de receita, pretende lançar um modelo de assinatura de canais nos Estados Unidos até o final do ano - e no resto do mundo, o Brasil incluído, no primeiro trimestre de 2013.

8 - Com cerca de R$ 2 mil em equipamentos, é possível virar um microempreendedor ilegal e abrir uma produtora de DVDs piratas de filmes, jogos e programas de computador na cidade. Escondidas em apartamentos, pequenas fabriquetas alimentam o milionário mercado da pirataria exposto em bancas nas ruas da Grande São Paulo.

9 - O caderno Aliás conversou com a filósofa americana Judith Butler, professora da Universidade da Califórnia, em Berkeley, autora da comentada Queer Theory, para discutir o peso de temas ligados à sexualidade em campanhas políticas no Brasil, nos EUA e no resto do mundo.

10 - Nas últimas semanas, o Estado percorreu 10 cidades de 5 Estados americanos e ouviu 79 eleitores para fazer um retrato do diversifiado eleitorado americano às vésperas das eleições presidenciais. O quadro é o de um país polarizado, como sugere a pequena fatia de indecisos: em torno de 5%.

11 -  Depois de oito anos e várias promessas, a maior igreja Católica da cidade de São Paulo será inaugurada no dia 2 de novembro, em Santo Amaro, zona sul da capital. A construção, assinada pelo arquiteto Ruy Ohtake, será aberta com uma missa do padre Marcelo Rossi.

12 - Um silêncio anormal dominou a rua que dá acesso ao Jockey Club, às 20h de sábado, 20, onde ocorreu um festival de música em São Paulo. Não havia camelôs nem cambistas e quase não se via público. Tudo parecia calmo demais. Os comentários eram que as previsões de chuva e o cancelamento do show do Kasabian esvaziaram o evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.