Divulgação
Divulgação

Vira-latas são estrelas em calendário que incentiva adoção

Lançamento será no próximo domingo, Dia Mundial do Animal, com show na Rosas de Ouro; envie ao 'Estado' a foto de seu bichinho

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2015 | 08h00

SÃO PAULO - Bibinha e Gall foram abandonadas ainda filhotes na porta de uma escola de samba. Nina estava em um cano de esgoto. Darci foi atropelado. Oncinha vivia em uma estação de trem. A história desses cães tem um final feliz, que é contado no Calendário Celebridade Vira-lata 2016, que será lançado no próximo domingo, 4, quando é celebrado o Dia Mundial do Animal.

A iniciativa começou há sete anos, quando a fundadora do projeto Celebridade Vira-lata, Luli Sarraf, de 39 anos, resolveu unir sua paixão pelos animais a duas importantes causas: a adoção e a castração.

"Eu me proponho a fazer um atendimento veterinário para cachorros de pessoas carentes, porque acredito no direito de o animal ser reconhecido como um membro da família. A castração é uma questão de saúde pública e amar os animais é um direito humano", explica.

O calendário é formado por fotos de animais que foram adotados. A seleção dos bichinhos que vão representar os 12 meses do ano foi concorrida. As imagens foram enviadas pelos donos por e-mail.

"Escolher dá um nó na garganta, mas buscamos cachorros diferentes uns dos outros para representar o maior número de vira-latas. Todos são castrados e sempre coloco as historinhas deles para falar do lado bom. A gente conhece tanta desgraça e acredito no ser humano, no bom coração."

Festa. O lançamento do calendário, que custa R$ 25 (o de mesa) ou R$ 35 (o de parede), será realizado a partir das 14 horas na Casa das Caldeiras, na Pompeia, zona oeste da capital. A Festa do Dia Mundial do Animal, como foi batizado o evento, vai contar ainda com exposições de fotografias, atividades para crianças, bazar e palestras.

As ONGs Instituto Luisa Mell, Rancho dos Gnomos, Projeto Segunda Chance e Adote um Gatinho vão marcar presença no local.

O show de encerramento vai ficar por conta da bateria da Rosas de Ouro, agremiação cujos integrantes adotaram as cadelas Bibinha e Gall. Os membros da escola vão usar fantasias sem adereços de origem animal e o cachê foi substituído por um mutirão de castração para os animais da comunidade, localizada na Freguesia do Ó, zona norte.

Dia do Animal. Para celebrar a data, o Estado vai homenagear os animais de estimação dos seguidores do Metrópole no Facebook e dos usuários do Instagram e do Twitter. Basta mandar como mensagem a sua foto com o seu bichinho para o Metrópole Estadão ou postar a imagem com a hashtag #diadoanimalestadao no Instagram ou no Twitter.

Não se esqueça de colocar o nome do seu animal e de se identificar também. As fotos serão publicadas no dia 4. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.