Virada com shows e fogos na Paulista terá público de 1 milhão

Os organizadores do réveillon na Avenida Paulista, promovido pela Prefeitura com patrocínio do Banco do Brasil, prometem um espetáculo para fazer os paulistanos esquecerem que no ano passado não houve comemoração, por falta de recursos. Cerca de 1 milhão de pessoas são esperadas para a celebração de fim de ano, que se inicia às 21h30 e vai até as 2 horas. Elas verão um show pirotécnico com a queima de 50 mil fogos de artifício e 2 mil morteiros multicoloridos. Na parte musical, haverá shows dos grupos Pato Fu e Fama (Vanessa Jackson e Tony Francis), LS Jack, Timbalada e do cantor Supla, além da campeã do carnaval paulistano de 2002, a Gaviões da Fiel. A festa será dividida em duas partes: o réveillon e o 1.º de janeiro, quando haverá um novo show do grupo Fama e da bateria da Gaviões, às 13 horas. Às 15 horas, a TV Globo aproveita os telões instalados e transmite a posse de Lula. Quatrocentos policiais militares e 200 seguranças contratados pela empresa Playcorp, vencedora da licitação para promover a festa, atuarão no evento. Cinco ambulâncias e uma UTI móvel da Secretaria Municipal de Saúde estarão à disposição da equipe médica. As linhas Azul, Verde e Vermelha do metrô funcionarão até às 3 horas. Todas as vias paralelas à Paulista entre Rua Augusta e Avenida Brigadeiro Luís Antônio ficarão interditadas. Serão liberadas somente após as 18 horas de amanhã. Cento e oito banheiros químicos e dezenas de barracas para venda de comida e bebida foram instalados. Para quem for de carro, os organizadores montaram um esquema para garantir estacionamento a R$ 3. "Teremos uma festa grandiosa e inesquecível", afirmou o diretor da Playcorp, Marcelo Flores.Veja a galeria de fotos

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.