Virada Esportiva atrai 2 milhões

Foram 700 atividades em 200 pontos da capital no fim de semana, de corrida de kart no centro a jet ski na represa

Daniela do Canto e Marcela Spinosa, O Estadao de S.Paulo

17 de novembro de 2008 | 00h00

A segunda edição da Virada Esportiva atingiu a expectativa de público. Cerca de 2 milhões de pessoas participaram das 700 atividades que ocorreram em 400 locais, desde as 14 horas de sábado até as 14 horas de ontem. Alguns lugares seguiriam com programação até as 22 horas, caso do Estádio do Pacaembu, do Parque da Juventude e algumas quadras de escolas de samba. Entre as atividades do evento, havia bungee jump, pebolim humano, skate, oficinas de atletismo com esportistas consagrados e até aulas de golfe em parques. De calça jeans e camisa social, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) participou do último dia da maratona esportiva. Como em 2007, o prefeito deu uma volta de jet ski durante dez minutos na Represa do Guarapiranga, na zona sul, com os secretários municipais de Esportes, Walter Feldmann, e dos Transportes, Alexandre de Moraes, além do presidente da São Paulo Turismo (SPTuris), Caio Carvalho. "O objetivo é mostrar que, sempre que se quiser, se encontram oportunidades para praticar esportes", disse Kassab. Na madrugada, jovens que gostam de esportes, mas não dispensam a balada do fim de semana, aproveitaram a Roller Brothers. A festa começou às 14 horas de sábado e, até as 2 horas de ontem, 900 pessoas haviam passado pelo local. Instalado na Rua Engenheiro Mesquita Sampaio, no Morumbi, o espaço mostrou um jeito diferente de praticar esportes populares, como o futebol: no escuro, sob luz de néon. Skate, basquete e paintball também foram opções de esporte. "Achei muito legal mesmo, muito diferente", disse o estudante Raphael de Oliveira, de 16 anos. "É a primeira vez que jogo basquete assim", completou Leonardo Muniz Paulino, de 17. Outro colega, Anderson Cruz Cavalcante, de 18 anos, aproveitou a festa ao máximo. "Chegamos há pouco, mas não temos hora para ir embora", dizia o rapaz, animado. CENTRO VIROU PISTAA pista de kart montada no Viaduto do Chá, na região central, foi uma das atrações da Virada que mais atraíram espectadores. As provas começaram pouco antes das 22 horas e impressionaram principalmente as crianças que, levadas pelos pais, não desgrudavam os olhos da corrida. "Mãe, me deixa andar?", pedia, insistentemente, Vitor dos Santos, de 6 anos. Entre os pilotos amadores que passaram pela pista estavam Kassab e Feldmann."Houve uma participação intensa das pessoas durante a madrugada e não houve nenhuma desordem sob o ponto de vista de segurança pública, como também não ocorreu nenhum problema de saúde com os participantes", afirmou o secretários de Esportes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.