Viradouro festeja e protesta no desfile das campeãs

Com alguns protestos tímidos pelo quinto lugar no carnaval 2007 do Rio de Janeiro, a escola de samba Unidos do Viradouro entrou na avenida ouvindo "é campeã", e com o desfile completo. O diretor de bateria, Mestre Ciça, disse que ia provar a injustiça dos dois décimos de ponto que perdeu, e que colocaram sua escola atrás da Unidos da Tijuca. "Não foi correto, e o publico vai concordar conosco", disse.Durante o desfile, a atriz Luana Piovani cantou o tempo todo e disse que a melhor ala foi a do jogo "Onde esta Wally?". Mas o público vibrou, mesmo, com a passagem do primeiro casal de Mestre Sala e Porta-Bandeira, ela vestida com uma saia curta representando uma roleta, que tinha efeitos de néon e fogos de artifício. A ala do futebol, em que a maioria dos integrantes usava um chapéu verde imitando grama e, alguns, um boneco representando jogadores, também fez vibrar o público, que torcia como se fosse um jogo de verdade. No ultimo carro, representando as Olimpíadas, as mais aplaudidas eram as meninas do bale aquático, cobertas ate a cintura por um enorme pano azul.O carnavalesco Paulo Barros foi ovacionado durante todo o desfile, e disse que o carinho do publico vale tanto, ou mais, que um campeonato. No fim, havia um cartaz dizendo: "O jogo ainda não virou, esperem 2008", numa alusão ao enredo da escola: "A Viradouro Vira o Jogo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.