Vítima mata seqüestrador durante estupro

Depois de ser assaltada e seqüestrada por dois rapazes, a psicóloga O.M.D., de 32 anos, passou a ser estuprada dentro do próprio carro, enquanto era carregada para o cativeiro. Entretanto, aproveitou um descuido do estuprador e matou-o com um tiro no peito. A arma era do assaltante, que estava com a vítima no banco de trás do automóvel. O criminoso que dirigia o carro fugiu, e ainda não foi encontrado.O crime aconteceu por volta de 21h de ontem na Rua Quinze de Novembro, no centro de Campo Grande, onde O.M.D. foi rendida pelos dois assaltantes armados. Eles a obrigaram a retirar dinheiro em três caixas eletrônicos, de bancos diferentes. Em seguida foram para a zona norte da cidade.O estuprador, Flávio Augusto Teixeira do Prado, 18 que levou um tiro no peito, chegou a ser transportado pela vítima até a Santa Casa de Campo Grande. O.M.D. abandonou o ferido dentro do carro, na porta do pronto socorro do hospital, pediu carona e foi prestar queixa no 1º Distrito Policial. Ela disse que o outro assaltante, identificado como Luiz Marcondes Ramos, 18 anos, parou o carro e saiu correndo, logo depois de ver o comparsa baleado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.