Vítima morta em temporal em Duque de Caxias (RJ) é identificada

Luiz Carlos da Silva, de 63 anos, era morador do bairro de Xerém e teve a identidade confirmada por amigos; um funcionário da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) que trabalhava em represa na região continua desaparecido

Antonio Pita, O Estado de S. Paulo

04 Janeiro 2013 | 13h03

DUQUE DE CAXIAS - Foi identificada na manhã desta sexta-feira, 4, a vítima que morreu por conta do temporal que atingiu em Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na madrugada dessa quinta-feira. Luiz Carlos da Silva, de 63 anos, era morador de Duque de Caxias e foi identificado por amigos nesta no Instituto Médico-Legal (IML) da cidade. Ainda está desaparecido Enéas Paes Leme, funcionário da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) que sumiu enquanto trabalhava numa represa em Xerém no momento da enxurrada.

Mais de 24 horas depois do temporal, moradores do distrito de Xerém continuam tentando limpar suas casas e ruas. Ainda há montanhas de entulho, lixo e lama na região. Restos de móveis e eletrodomésticos destruídos pela água que invadiu as residências estão empilhados nas vias à espera de caminhões de coleta de lixo: há dezenas de sofás, camas, armários, geladeiras, máquinas de lavar ao relento.

Moradores reclamam que o fornecimento de água potável ainda não foi restabelecido. Algumas ruas permanecem interditadas porque há casas e trechos do asfalto que ameaçam ceder.

Desde quinta-feira, a comerciante Roseli Inácio, de 42 anos, tenta limpar a porta do seu estabelecimento, na Travessa Venâncio, no bairro da Pedreira. Ela e outros 11 donos de lojas se uniram para limpar a rua e reabrir seus comércios. "A gente tem que se ajudar muito para tentar voltar à vida normal. Um depende do outro. As mulheres estão empenhadas nas igrejas, fazendo almoço e coletando donativos, enquanto os homens participam do mutirão de limpeza".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.