Vítimas de chuva em SC poderão pagar conta de luz em janeiro

Prazo maior serve para faturas com vencimento entre 23 de novembro e 31 de dezembro, segundo a Celesc

da Redação, estadao.com.br

08 de dezembro de 2008 | 17h43

Os moradores das 14 cidades catarinenses em estado de calamidade pública poderão pagar no ano que vem as conta de luz com vencimento entre 23 de novembro e 31 de dezembro. O novo prazo é até 15 de janeiro. A Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) não cobrará juros ou correção monetária. A medida vale para Benedito Novo, Brusque, Blumenau, Camboriú, Gaspar, Ilhota, Itajaí, Itapoá, Luis Alves, Nova Trento, Rio dos Cedros, Rodeio, Timbó e Pomerode.  Veja também:Blumenau pede leite em pó e produtos de higienePrincipal ligação entre SC e PR é liberadaSaiba como ajudar as vítimas das chuvasIML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina Blog: envie seu relato sobre as chuvas Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas       Segundo o último balanço da Celesc, a recuperação da rede de alta tensão na região do Vale do Itajaí, que abrange 12 cidades, está perto dos 100%. As equipes mantêm, agora, as trocas de medidores de casas de comércios. No Morro do Baú, em Ilhota, 115 imóveis ainda estão sem luz. A área segue isolada por motivo de segurança. Na região de Blumenau, que compreende 16 municípios, menos de dois mil imóveis da rede não dispõem de energia.  Até o próximo fim de semana, a Celesc pretende concluir a construção da nova rede de 32 quilômetros que levará energia da subestação Salseiros, em Itajaí, para parte da cidade de Luis Alves. A obra, orçada em R$ 1,2 milhão, prevê a colocação de 300 postes e 25 quilômetros de cabos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.