Vítimas de enchente invadem fazenda no Ceará

A fazenda Bela Vista, em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, está sendo ocupada desde ontem por cerca de 100 famílias vítimas das enchentes. Os invasores acenam bandeiras do MST, mas garantem que são retirantes de casas destruídas pelas chuvas, que perderam tudo e por isso querem um pedaço de terra. A fazenda mede 602 hectares e estava em processo de desapropriação há oito meses. De acordo com o superintendente do Incra, no Ceará, Francisco Clerson Dias Montes, devido à invasão, o processo ficará inviabilizado por dois anos. Duas outras fazendas que estavam em processo de desapropriação foram invadidas nesta semana, no interior cearense. No próximo dia 19, o massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, completa seis anos. Para lembrar a data, o MST tem liderado invasões de terra em todo o País. Temendo que a sede do Incra em Fortaleza seja ocupada, Dias Montes pediu reforço policial. Amanhã, representantes do movimento serão recebidos por em audiência. "Vamos aguardar. Se eles vierem tratar conosco de Reforma Agrária, serão bem-vindos. Agora, se eles partirem para algum tipo de radicalização, aí não poderemos admitir", disse o superintendente.

Agencia Estado,

16 de abril de 2002 | 17h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.