Vítimas de explosão morrem em Ribeirão Preto

O mecânico Adílson Gonçalves, de 30 anos, vítima da explosão do tanque de combustível de um caminhão, ocorrida na tarde de segunda-feira numa oficina no centro de Viradouro, morreu no final desta madrugada, no Hospital São Lucas, em Ribeirão Preto. Ele tinha cerca de 70% do corpo queimado. O colega Edson Leonel Cortes, de 31 anos, morreu na tarde de ontem, no mesmo hospital. Outros dois feridos continuam internados na Santa Casa de Barretos. Eles faziam uma emenda e pintavam o tanque quando ocorreu a explosão. Algumas residências vizinhas à oficina também foram danificadas. A polícia investiga o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.