Vítimas do Palace 2 ainda não receberam indenização

O juiz em exercício da 4.ª Vara Empresarial, Luís Felipe Salomão, determinou a busca e apreensão de R$ 1.022.213,17 no Banco do Brasil ? quantia suficiente para o pagamento de nove famílias deex-moradores do Palace 2. A decisão foi tomada depois que o BB não pagou as indenizações de R$ 113.578,13, cada uma, obedecendo à Justiça Federal. Nesta tarde, um oficial de justiça e um major da Polícia Militar foram à agência do Palácio da Justiça, seguido pelas vítimas e seus advogados, para retirar a quantia. Apesar de toda a confusão, até as 20 horas ninguém havia recebido.Os funcionários do banco informaram às vítimas que o dinheiro da agência não era suficiente e aguardavam a chegada de um carro-forte. Às 19 horas um advogado do Banco do Brasil, Luiz Rocha,disse que dois hábeas-corpus haviam sido impetrados pela Procuradoria Geral da União, em Brasília e no Rio, para liberar os funcionários dobanco, retidos na agência. Minutos depois, o advogado das vítimas, Nélio Andrade, informou que o Batalhão de Choque havia sido chamado e que todos seguiriam para aagência central do BB, no Andaraí, zona norte, para retirar o dinheiro. ?Essa agência tem no máximo R$ 50 mil. Eles vão abrir os caixas eletrônicos, por ordem do juiz Salomão. Ele informou que vai dormir no fórum, se for preciso, para resolver tudo hoje?.

Agencia Estado,

27 de julho de 2004 | 20h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.