Viúva de Toninho do PT quer reabertura do caso

Roseana Garcia, viúva do prefeito de Campinas Antonio da Costa Santos,morto com um tiro em setembro de 2001, vai pedir ao presidente LuísInácio Lula da Silva e ao ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos que a PolíciaFederal seja acionada para investigar a morte do marido. Roseana disseontem que solicitará audiência com o presidente e o ministro, emjaneiro, para fazer o pedido pessoalmente. Há cerca de um mês, a viúva deu início a um abaixo-assinado, quelevará a Lula e Bastos, pedindo a retomada das investigações. Eladisse que não tem previsão de quantas assinaturas serão recolhidas. "Emduas horas, no final de semana, em uma praça de Campinas, peguei 3,5mil assinaturas", contou. O abaixo-assinado está espalhado pela cidade."Vamos reunir tudo em meados de janeiro". Roseana comentou que uma pesquisa encomendada ao Ibope pelo PT indicouque 68% dos entrevistados acreditam que o crime de Toninho, como erachamado o prefeito, teve motivações políticas e outros 17% preferiramnão responder. "Isso mostra o que a população pensa do caso", disse.Ela insistiu que há falhas nas investigações feitas pela PolíciaCivil.Toninho foi baleado dentro de seu carro, um Palio, quando voltava paracasa, na noite de 10 de setembro. A Polícia Civil de Campinas prendeuquatro rapazes acusados pelo crime, soltos mais tarde pela Justiça porfalta de provas. A Polícia Civil de São Paulo entrou nas investigações e deu novo rumoao caso, acusando a quadrilha de Wanderson Nilton de Paula Souza, oAndinho, pelo assassinato. O processo tramita no Fórum de Campinas. Amotivação, entretanto, não ficou esclarecida. Andinho sempre negouparticipação no crime. A defesa dele alega que não há provas paracondená-lo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.