Vizinha que teve enfarte não sabe das mortes

Apesar de toda a repercussão do acidente, uma das testemunhas da queda da aeronave não sabia que a tragédia havia deixado oito mortes. Laurinda Ramos Joaquim, de 91 anos, morava em uma casa que dava para os fundos da residência atingida em cheio pelo jato, teve um enfarte assim que viu o avião se aproximando e foi encaminhada para o Hospital São Camilo inconsciente. Ontem, ainda na UTI, em observação, os familiares preferiram preservar mais um pouco a saúde de Laurinda, omitindo a morte dos vizinhos. Segundo uma das filhas, Amélia Mattiussi, a mãe ainda corre risco de sofrer um novo ataque cardíaco. "Nos momentos em que ela fala com a equipe médica ou com alguma visita, sempre diz: ?um avião caiu?. O que nós dissemos é que caiu na rua e não matou ninguém."Amélia contou que a mãe, que já tem uma tataraneta, sempre teve boa saúde. Laurinda foi transferida ontem para o Hospital Focus, na Vila Mariana. "Acho que vai ser um trauma, mas em algum momento teremos de falar a verdade. Espero que ela consiga passar por isso", disse Amélia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.