Vizinho do governador decidiu mudar do País

Há exatamente um mês, uma quadrilha de sete ladrões, vestidos de carteiros, invadiu um prédio da Rua Alagoas, em Higienópolis, e roubou US$ 95 mil e jóias de um dos apartamentos. Apavorado com a violência em São Paulo, um advogado criminalista dono de uma mansão no Morumbi, bairro na zona sul da capital paulista, chegou a se mudar recentemente para o exterior com a família.Ele abriu mão de uma casa que é avaliada em R$ 3 milhões, com piscina e vista do Palácio dos Bandeirantes. Em fevereiro, um falso carteiro invadiu o imóvel. A família foi aterrorizada com uma arma na cabeça e a empregada, dominada, após um criminoso avisar que entregaria um pacote de Sedex encaminhado para a residência. Os bandidos levaram uma Mont Blanc, R$ 600 em dinheiro e um celular. No quarto, sem que o assaltante percebesse, a dona da casa conseguiu acionar o alarme de pânico. Mas a movimentação da polícia foi percebida pelos ladrões, que fugiram. Três dias depois, o advogado espalhou cartazes no bairro e ofereceu uma recompensa para quem desse informações que ajudassem a polícia a encontrar os ladrões. O valor era de R$ 10 mil. Na ocasião, nenhuma ligação foi útil. O advogado Daniel Fernandes Gonçalves, que defende a família, disse que a casa está vazia e os criminosos ainda não foram presos. "A rua do meu cliente é segura, mas os ladrões têm usado a criatividade para entrar nas residências, como se viu com a roupa de carteiro."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.