Obras Sociais Irmã Dulce
Obras Sociais Irmã Dulce

Você sabe tudo sobre a Irmã Dulce, a nova santa brasileira? Teste seus conhecimentos

Religiosa nascida em Salvador ficou famosa pelas ações de caridade e pelo trabalho com a população carente

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2019 | 15h00

SÃO PAULO - Aos 13 anos, Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes começou a atender pessoas carentes doentes no portão de sua casa. A garota baiana, então, despertou o interesse pela vida religiosa. Anos depois, ingressou no Convento de Nossa Senhora do Carmo, em São Cristóvão, em Sergipe, e virou Irmã Dulce.

Em 1935, Irmã Dulce iniciou um trabalho assistencial nas comunidades carentes, sobretudo nos Alagados, um conjunto de palafitas. Ao longo da carreira religiosa, reuniu-se com presidentes da República, criou um hospital que até hoje é referência e ajudou a população. 

Apenas 27 anos após a sua morte, Maria Rita será canonizada e vai virar Santa Dulce dos Pobres. Mas você sabe tudo sobre a religiosa?

Teste seus conhecimentos:

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.