Volta abastecimento em Peruíbe

PM faz ronda para evitar saque a casas de desabrigados

Rejane Lima e Luís Henrique Trovo, O Estadao de S.Paulo

17 de janeiro de 2008 | 00h00

O presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp), Gesner Oliveira, visitou ontem as estações de tratamento do Guaraú, em Peruíbe, e do Mambu, em Itanhaém, que tiveram problemas depois das fortes chuvas registradas no litoral sul no fim de semana. Segundo Gesner, depois de três dias de interrupção, o abastecimento foi normalizado pela manhã em Peruíbe.Gesner atribuiu a falta d?água em Peruíbe ao rompimento de uma adutora. "Exigiu um reparo que durou 36 horas, o trecho era de difícil acesso." Em Itanhaém, Gesner reforçou o anúncio de investimentos de R$ 370 milhões na ampliação do Sistema Mambu-Branco, que atenderá também Peruíbe, Mongaguá e Praia Grande. O cronograma envolve várias obras e vai até 2010. "Mas, mesmo antes disso, a situação vai melhorar. O próximo verão será mais fácil do que este, e assim sucessivamente."Apesar de o sistema de Mambu não ter sido danificado, a produção foi reduzida por causa da tempestade. Gesner explicou que as chuvas deixaram turvas as águas captadas. Segundo ele, os investimentos anunciados também vão suprir essa deficiência, além de ampliar a produção de 9 mil para 10 mil litros por segundo. Em Peruíbe, a prefeita Julieta Omuro (PMDB) disse que a Polícia Militar foi mobilizadas para fazer rondas periódicas nos bairros mais atingidos pela inundação, após denúncias de saques nas casas das pessoas que estão nos abrigos - 800, segundo estatística de ontem. "Nossa preocupação agora é de que a população tenha tranqüilidade com relação à prevenção de doenças."INTERIORA forte chuva de ontem à tarde provocou vários estragos em Ribeirão Preto. O Córrego Tanquinho, que corta o bairro Campos Elísios, transbordou e atingiu a Favela do Brejo. Parte da estrutura de uma ponte entre as Avenidas Saudade e Brasil ficou comprometida. Quando as águas refluíram, foram achados peixes no asfalto da Avenida Francisco Junqueira.Segundo o Corpo de Bombeiros, houve 12 ocorrências de queda de árvores. Muitas delas interromperam o trânsito e derrubaram muros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.