Volta total às aulas aumenta a lentidão em até 58%

Os paulistanos sentiram ontem a piora no trânsito por causa do fim das férias escolares e consequente aumento da frota circulante. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) calcula que aumentou em 20% o número de viagens com automóveis. Por isso, a média da lentidão no pico da manhã aumentou 58% em relação à mesma data da semana anterior, passando de 41 para 65 quilômetros. Apesar de não haver recordes, a lentidão da manhã de ontem esteve em todo o momento acima do registrado na segunda-feira da semana passada - quando toda a rede de ensino estadual e municipal e parte da particular ainda estava em recesso. O pior momento foi às 10 horas, com 95 km de lentidão, ante 53 km do mesmo horário há uma semana. Prova de que a piora no trânsito é consequência do aumento da frota é que a cidade não apresentou nenhuma ocorrência relevante no período da manhã. Os problemas foram causados por excesso de veículos. Às 10 horas, a Marginal do Tietê apresentou 12,3 km de congestionamento (praticamente metade de sua extensão), sendo que o índice para o horário na semana anterior não passou de 2 km. No pior horário da noite, às 19h, a CET registrou 116 km de lentidão, 28% a mais que na segunda-feira passada - 90 km. A CET considera o aumento na lentidão normal para a retomada do período escolar e afirma que a média de ontem no pico da manhã esteve abaixo da média das segundas-feiras registrada no primeiro semestre deste ano e no segundo de 2008.

Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

18 Agosto 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.