Volume de água acima do normal suspende visitas nas Cataratas do Iguaçu

Cerca de 30.700 moradores de 31 municípios do Paraná foram afetados pelas chuvas; Santa Catarina tem 14 municípios em situação de emergência e 4.572 desalojados

estadão.com.br

26 de abril de 2010 | 19h59

 

SÃO PAULO - Um volume de água dez vezes maior que o normal fez com que a direção do Parque Nacional do Iguaçu interditasse nesta segunda-feira, 26, a passarela que leva ao mirante principal das cataratas em Foz do Iguaçu, Paraná. As fortes chuvas castigam a região sul do País desde a semana passada.

 

Cerca de 30.700 moradores de 31 municípios do Estado foram afetados pelo mau tempo. Desse total, 287 estão desabrigados - aqueles que perderam tudo e precisam de abrigos públicos - e 1.583 estão desalojados - aqueles que podem contar com a ajuda de vizinhos e familiares. Uma pessoa está desaparecida na cidade de Pinhais.

 

Na noite deste domingo, 25, chuvas acompanhadas de ventos fortes causaram estragos em Cascavel, Marechal Cândido Rondon e Toledo. Em Cascavel, houve diversas quedas de árvores, o que causou uma série de solicitações para o Corpo de Bombeiros da cidade. Nenhuma das chamadas registrou alguma casa afetada ou a necessidade de retirar famílias para abrigos.

 

Em Santa Catarina, 14 municípios em situação de emergência. De acordo com dados da Defesa Civil de Santa Catarina, até às 18h desta segunda-feira, 42 municípios tinham sido afetados pelas fortes chuvas.

 

A população afetada está na ordem de 117.683 pessoas. Tiveram que deixar suas casas 4572 moradores. No total, 1.157 residências foram atingidas pelas chuvas.

 

Por meio do Fundo Estadual de Defesa Civil (Fundec) foram encaminhados produtos como cestas básicas, colchões, cobertores e lençóis para atender desabrigados de quatro municípios mais atingidos até agora na região de Caçador: Caçador, Rio das Antas, Lebon Régis e Rio do Campo.

 

(Com reportagem de Priscila Trindade, Pedro da Rocha e Solange Spigliatti, da Central de Notícias)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.