Facebook/Reprodução
Facebook/Reprodução

Voluntário vestido de palhaço é agredido em Uberaba

Estudante de Direito que faz trabalho social foi confundido com pessoas fantasiadas que têm causado pânico nos EUA e em algumas cidades brasileiras

Rene Moreira, Especial para o Estado

17 Outubro 2016 | 09h41

FRANCA - Um estudante de Direito foi agredido no fim de semana por estar fantasiado de palhaço em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Thiago Alves Pereira, de 31 anos, ou "Thiago Sorrisão", como é conhecido, diz que primeiro foi abordado dentro de um ônibus por um policial militar, que pediu que ele descesse do veículo e o questionou por estar fantasiado. 

O rapaz, porém, convenceu o PM de que aquilo fazia parte de um trabalho voluntário para o qual estava a caminho, e pôde seguir no coletivo. Mas a partir de então, o problema foi com os demais passageiros, que ficaram revoltados com sua fantasia de palhaço. Um deles acabou agredindo o estudante.

Aparições. O caso foi registrado em ocorrência no plantão policial, e o agressor, um jovem de 19 anos, ouvido e liberado.

Em Uberaba, boatos circulam na internet envolvendo os chamados "palhaços assassinos", mas, segundo a polícia, não há registros de aparições como as que têm ocorrido nos Estados Unidos.

Mais conteúdo sobre:
Estados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.