Voo da TAM terá Wi-Fi e filme individual

Voo da TAM terá Wi-Fi e filme individual

Passageiro poderá assistir à programação de entretenimento por celular, tablets e laptops; sistema estará disponível em aplicativo

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

28 de novembro de 2014 | 03h00

Os passageiros da TAM e da LAN não precisarão mais assistir, naquelas televisões coletivas dentro do avião, à mesma programação que os vizinhos de poltrona. A partir de dezembro, as companhias aéreas passarão a dispor de um sistema wireless de entretenimento a bordo que possibilitará aos viajantes assistirem a filmes e séries diretamente em seus smartphones, tablets e laptops.

Esse sistema de conexão sem-fio vai funcionar apenas dentro da aeronave e estará disponível a partir de um aplicativo, o LAN e TAM Entertainment. Assim que o passageiro baixar o app, ele terá acesso a um portal com opções de filmes, séries de televisão, músicas, notícias, livros e até informações turísticas.

Embora já exista em empresas nos Estados Unidos e na Europa, o serviço é inédito na América do Sul. As duas companhias aéreas, que concluíram processo de fusão em 2012, são controladas pelo Grupo LATAM e hoje registram um movimento de cerca de 60 milhões de passageiros por ano.

O voo que vai inaugurar o serviço ainda não foi definido, mas deve contemplar uma rota internacional. Em um prazo de um ano e meio, as duas companhias aéreas vão oferecer o sistema em 300 rotas domésticas do Brasil e do Chile.

Neste mês, as empresas também começaram a implementar em todos os voos nacionais e internacionais um canal do site YouTube em seu serviço de entretenimento. Quando houver tela individual para acesso de conteúdo, uma das opções será acessar até 120 minutos de vídeos do YouTube. A ideia é dar aos passageiros uma seleção dos vídeos mais populares - o canal será atualizado mensalmente. Hoje, apenas a companhia americana de baixo custo Virgin American oferece essa parceria de conteúdo.

Customização. As empresas aéreas têm investido em tecnologias e serviços customizados aos seus clientes, e não apenas em relação a entretenimento. Desde o dia 18 de novembro, a British Airways permite que os passageiros de primeira classe, executiva e econômica premium escolham suas refeições a bordo pela internet até 30 dias antes da viagem.

Um dos voos contemplados é entre o Aeroporto de Heathrow, em Londres, e o Aeroporto do Galeão, no Rio. “Queremos prestar um serviço personalizado aos nossos clientes e estamos investindo fortemente para que isso aconteça”, afirma Lynn McClelland, chefe do catering da empresa. Para saber quem escolheu o quê, a tripulação recebeu tablets.

Tudo o que sabemos sobre:
AviaçãoTAM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.