Vôos atrasam em aeroportos de São Paulo, Rio e Brasília

Após um dia de caos nos aeroportos de todo o País, os passageiros voltam a enfrentar atrasos na manhã desta quarta-feira, 1º, véspera do feriado de Finados. Nos aeroportos Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos; em Congonhas, na zona sul da capital, em Brasília, e no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, no Rio, pelo menos 57 vôos estavam atrasados até as 8h30 desta quarta-feira. Às 10 horas, controladores e o ministro da Defesa, Waldir Pires, se reúnem em Brasília para discutir a situação. Os controladores de vôo devem pedir aumento salarial, reestruturação do plano de carreira e também que civis participem do comando do sistema de controle aéreo. Hoje, o trabalho é comandado apenas por militares.A situação era mais crítica no Aeroporto de Congonhas. Segundo reportagem da Rádio Eldorado AM, 39 vôos estavam atrasados, entre pousos e decolagens. O maior atraso foi constatado com um vôo da Ocean Air, que seguia para Chapecó com escala em Porto Alegre. O horário para decolagem era 6h03 e saiu apenas às 8h05.Já em Cumbica, a situação estava mais tranqüila, segundo a Infraero. Havia oito vôos atrasados com 10 a 30 minutos de espera. O movimento de passageiros aumentou nesta manhã devido ao feriado, de acordo com a Infraero.No Rio de Janeiro, segundo a TV Record, havia 18 vôos atrasados no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador. Em Brasília, onde havia mais problemas de vôos atrasados nesses seis dias de operação padrão dos controladores de vôo, apenas dois vôos da Gol estavam atrasados. Um vôo saindo de Brasília para o Rio de Janeiro, que deveria decolar às 7h40, às 8h15 ainda não havia decolado, e um vôo de Boa Vista para Brasília que deveria ter chegado às 7h10.O movimento no saguão do aeroporto de Brasília seguia com movimento normal, segundo a Infraero.(Colaborou Cristiano Panzechi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.