Vôos continuam atrasados em aeroportos de SP, RJ, MG e PR

O fechamento da pista principal do Aeroporto de Congonhas,na zona sul de São Paulo, ocorrido entre 06h15 e 06h45 da manhã desta segunda-feira, por causa da chuva, provocou uma seqüência de atrasos nos principais aeroportos do País. No início da noite, os passageiros ainda enfrentavam problemas na capital paulista, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Curitiba. Em Congonhas, a situação era melhor do que a registrada pela manhã quando 20 vôos sofreram atrasos. De acordo com reportagem da Rádio Eldorado AM Eldorado, por volta das 18 horas, mesmo ter chuva, dois pousos e três decolagens estavam atrasados. Um vôo foi cancelado. Os guichês das companhias aéreas estavam registrando pouca fila. Segundo a Infraero, no mesmo horário, não havia registros de atrasos nem cancelamentos nos vôos no Aeroporto Internacional de Cumbica, Guarulhos, na Grande São Paulo. No Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, os atrasos continuavam acontecendo. Os passageiros reclamavam muito das empresas aéreas e as filas começavam a aumentar. No mesmo horário, a Infraero não registrava atrasos nem cancelamento no Aeroporto de Internacional de Brasília. O movimento nos guichês das companhias aéreas estava menor do que o registrado durante esta manhã. Chuva e trovoadasAinda segundo a Rádio Eldorado, no Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, por volta das 18 horas, chovia forte com trovoadas e todos os vôos estavam atrasados. A diferença entre o horário inicial e o horário confirmado pelas companhias para chegada e partidas varia entre 20 minutos e uma hora e meia.No mesmo horário, no Aeroporto de Curitiba, no Paraná, havia vôos com até duas horas de atraso, a maioria com origem do Aeroporto de Congonhas, na capital paulista. Apesar da irregularidade com que os vôos estavam sendo realizados, o saguão apresentava movimentação normal, com formação de poucas filas. Desde o começo da manhã, a Infraero registrou seis cancelamentos. Quase todos os vôos que chegaram ou saíram do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre com origem ou destino no aeroporto de Congonhas sofreram atrasos nesta segunda-feira. Os maiores problemas ocorreram no início da manhã. Um vôo da Gol que sairia para o aeroporto paulistano às 7 horas só decolou às 10h40. Um vôo da TAM, com o mesmo trajeto, começou às 9 horas, duas horas depois do horário previsto. Quem viajou do aeroporto de Congonhas para o Salgado Filho também enfrentou contratempos. Outro vôo da TAM chegou às 10h20, com quase duas horas de atraso. Um vôo da Gol que fez escala em Florianópolis aterrissou às 13h30, com duas horas de atraso.Já no Aeroporto Internacional de Salvador, na Bahia, o movimento era grande, principalmente no check in da TAM, devido à grande quantidade de vôos programados para o início da noite. Contudo, não havia registros de atrasos nem cancelamentos. Segundo balanço divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), até às 13 horas, dos 469 vôos previstos, foram registrados 160 atrasos e 22 cancelamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.