Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Voos domésticos têm 15,2% de atraso ou cancelamento no País

Aeroporto de Guarulhos é o mais afetado, sendo a maioria dos voos pendentes da Gol

José Roberto Castro - O Estado de S. Paulo,

08 Dezembro 2013 | 11h37

SÃO PAULO - Depois de registrar grandes índices de atraso e cancelamento de voos durante o dia de ontem, que geraram longas filas e discussões em alguns aeroportos, a situação ainda não se normalizou nos aeroportos brasileiros. Até as 10 horas da manhã deste domingo, os voos domésticos ainda apresentavam um índice de atraso ou cancelamento de 15,2% - 7,8% estão atrasados, 7,4% foram cancelados.

O Aeroporto de Guarulhos, o mais afetado, informou que está operando normalmente e que a maioria dos voos pendentes é da Gol Linhas Aéreas. A empresa ainda tem 15,7% dos seu voos domésticos em atraso, além de 12,1% de cancelamentos em todo o País. Ontem a companhia chegou a ser autuada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por falhas na prestação de assistência a passageiros, após registrar atrasos em cerca de 40% dos voos previstos para o sábado.

Em rotas internacionais partindo do Brasil, o índice de atraso é de 12,2%, e 6,1% de cancelamentos. A Gol tem um voo em atraso e um cancelado. Um voo da TAM também está atrasado.

A assessoria de imprensa da Gol informa que a demora na normalização se deu porque a empresa deu prioridade, a partir da meia noite deste domingo, aos voos que estavam previstos para sábado.

Segundo a empresa, o problema foi desencadeado pelas fortes chuvas que atingiram o eixo Rio-São Paulo na noite de quinta-feira, 5". De acordo com a assessoria, a situação deve ser normalizada até às 12h de hoje.

Mais conteúdo sobre:
aeroportos voos atrasos Gol Linhas Aéreas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.