Vôos voltam a atrasar após falha no Cindacta 2

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) contabilizou 79 vôos atrasados, de 406 previstos, nos aeroportos de Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, neste sábado 13. Os atrasos são reflexos do problema ocorrido ontem, 12, nas freqüências nas comunicações por rádio no Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Espaço Aéreo (Cindacta 2), em Curitiba (PR). A situação somente foi resolvida neste sábado, por volta das 15h30. Hoje pela manhã, os vôos do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Congonhas, Guarulhos, para estados do sul partiram com atrasos de 30 minutos a uma hora. Já os vôos do Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS), e Aeroporto Internacional Galeão, no Rio de Janeiro, ficaram suspensos por algumas horas. No balanço da Anac, o Aeroporto de Congonhas teve 28 vôos atrasados e oito cancelados,dos 144 previstos, entre 6 e 16 horas. O Aeroporto Galeão apresentou até as 16 horas o segundo maior número de atrasos, com 19 vôos, dos 172 previstos, fora do horário programado, mas nenhum cancelamento. No Salgado Filho, de 18 vôos, 13 sofreram atrasos. O Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba (PR), apresentou 10 vôos atrasados e um cancelado, de 43 previstos. Ambos até as 16 horas. O Aeroporto Internacional de Florianópolis (SC) registrou o menor número de atrasos: nove vôos, dos 19 previstos, fora do horário programado, até as 16h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.