´Vou cansar vocês de coletivas´, disse Lula

Em sua primeira entrevista coletiva depois de reeleito, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu um crescimento de 5% a 6% no próximo ano, um aumento no trabalho e na renda, mais agilidade na aprovação de medidas no Congresso Nacional e deixou implícita uma melhora na comunicação com a imprensa. "Vou cansar vocês de coletivas daqui para a frente", brincou.Para o presidente, a melhora da economia será possível com uma agilidade maior dos projetos em andamento. Ele citou várias obras, como o gasoduto, investimento da Petrobras, pólo petroquímico. "Tem muita coisa em andamento", disse.O presidente destacou que manterá conversações com todos os setores da economia e atuará diretamente nas negociações com o Congresso Nacional. "O congresso será visto mais de perto, não haverá veto para ninguém, vou chamar todos para conversar. Precisamos trabalhar com mais afinco para aprovar coisas importantes."Lula disse ainda que manterá o controle fiscal, mas não cortará nenhum ministério ou secretária. "Os resultados que temos têm um valor muito grande", disse o presidente reeleito que destacou ainda seus esforços na área internacional. Ele citou os entendimentos com a Bolívia. "Quem acha que eu deveria ser duro, ontem viu meu ministro resolver isso da melhor forma. Eu nasci na política e nasci fazendo acordo", disse. Nos próximos quatro anos, Lula disse que corrigirá seus erros.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2006 | 21h55

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.