Washington Olivetto é libertado

Terminou por volta das 22h30 deste sábado o seqüestro do publicitário Washington Olivetto, que passou 54 dias em cativeiro. Segundo a polícia, os seqüestradores desistiram do resgate após a prisão de uma parte do grupo em Serra Negra (SP), na sexta-feira. Olivetto foi solto no bairro do Brooklin, zona sul de São Paulo, e caminhou até à casa número 46 da Rua Kansas.Um delegado que preferiu não ser identificado informou que o publicitário estava bastante debilitado, abatido e com barba. Outras fontes sugeriam que ele teria sido levado ao Hospital São Luís, mas a casa da Rua Kansas permanecia cercada pela polícia, indicando sua possível permanência no imóvel.Equipes foram enviadas em pelo menos oito viaturas até a casa de onde os amigos de Olivetto fizeram contato com a polícia.PrisõesA polícia afirma que não foi feita nenhuma nova prisão relacionada ao caso de Olivetto. O delegado que falou à Agência Estado disse que a prisão de seis pessoas - cinco homens e uma mulher - em Serra Negra desmontou o esquema do grupo.A detenção foi feita na tarde de sexta-feira em uma chácara do Bairro das Posses. Segundo as primeiras informações, os presos são argentinos e a própria chácara seria o cativeiro.Foram encontrados ali cerca de US$ 5 mil, uma pistola de calibre 9 mm, computadores, material usado para disfarce, maconha e, comenta-se, haveria também uma agenda com anotações sobre seqüestros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.