Zona norte tem mais seis radares fixos

Eles fiscalizam limite de velocidade, que é de 50 km/h nesses pontos

, O Estadao de S.Paulo

29 de janeiro de 2009 | 00h00

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) colocou em operação, ontem, na zona norte, seis novos radares fixos. Os equipamentos ficam nas Avenidas Raimundo Pereira de Magalhães, Deputado Cantídio Sampaio e na Estrada de Taipas. Todos fiscalizam limite de velocidade, que nesses pontos é de 50 km/h. Agora, as ruas passam a ser monitoradas por 92 radares fixos. Faltam ainda 34 equipamentos para que a Secretaria Municipal de Transportes atinja a meta anunciada no ano passado, que era ter instalado até dezembro 126 radares desse tipo. Desde agosto, a Prefeitura enfrenta problemas com as licitações dos equipamentos de fiscalização. Primeiro, o contrato com a empresa que operava os 26 aparelhos móveis venceu. Dois meses depois, os 40 radares fixos deixaram de funcionar pelo mesmo motivo. Aos poucos, a secretaria está colocando em operação mais equipamentos. A meta é chegar a 235 fixos e voltar a ter 26 móveis até o fim do ano. As cem lombadas eletrônicas por pouco também não pararam de operar. A CET conseguiu, com contratos emergenciais, prorrogar o serviço até este mês, quando as novas devem ser instaladas. A ideia é substituir 100 e colocar mais 53 nas ruas. Há duas semanas, a CET colocou em operação três novos radares móveis. Até agora, são 13 em 7 vias.A CET conta com cinco tipos de radares: fixos, móveis, lombadas eletrônicas, refis e reifex. Os dois últimos fiscalizam, respectivamente, motoristas que furam sinal vermelho e invadem faixas de ônibus.NAIANA OSCAR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.