Imagem João Domingos
Colunista
João Domingos
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Zuanazzi diz não ter autonomia

Segundo ele, cabe ao Conac organizar os aeroportos

João Domingos, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2003 | 00h00

O presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Milton Zuanazzi, disse ontem em depoimento na CPI do Apagão Aéreo, no Senado, ter pouco poder e que a agência dirigida por ele não tem autonomia. ''''A agência não tem autonomia para tomar certas decisões. Cabe ao Conselho da Aviação Civil (Conac) organizar os aeroportos.''''Admitiu também não ter como mudar o número de operações no Aeroporto de Congonhas. Perguntado sobre o excessivo de vôos no local, disse que herdou essa situação, quando assumiu, no início do ano passado. ''''Que perguntassem isso a quem no passado decidiu.'''' Num depoimento anterior à CPI, Zuanazzi havia defendido o aeroporto. Com a decisão do governo de retirar vôos de lá, mudou de idéia. ''''Não é o aeroporto de meus amores.'''' ''''Se fosse fazer o aeroporto ideal, com certeza não seria em Congonhas.'''' ''''Não funcionar das 23 às 6 horas é uma não-conformidade. É o mais movimentado do Brasil e não está em conformidade'''', disse. Afirmou ainda que questões legais criam um ambiente conflitante entre os órgãos que regulam a aviação.A CPI ouviu também ontem os depoimentos do presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, do chefe do Centro de Investigação de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro Jorge Kersul Filho do presidente da TAM, Marco Antonio Bologna. Indagado se havia conflito entre os organismos que regulam a aviação, Pereira admitiu que há problemas. ''''Não é bem conflito, mas temos dificuldades de coordenação. Esperamos resolver.''''COBRANÇACobrado pelos deputados paulistas sobre o papel da Anac diante da caos aéreo, o procurador federal Paulo Roberto Gomes de Araújo disse que ''''a Anac, desde que foi criada, só apaga incêndio'''' e que a agência reguladora ''''virou aprendiz de Bombeiros'''' por enfrentar reiteradas crises no setor. Araújo representou a Anac ontem em reunião da Comissão de Defesa do Direito do Consumidor da Assembléia Legislativa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.