16 dos 27 indicadores de violência caíram no Rio no carnaval

Entre os crimes que diminuíram em relação a 2017 estão homicídios, furtos e roubos de celular

Constança Rezende, O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2018 | 17h03

Correções: 16/02/2018 | 20h24

RIO - Dezesseis dos 27 indicadores de violência do Rio recuaram durante o carnaval  de 2018, na comparação com o mesmo período de 2017, segundo números divulgados no início da tarde desta sexta-feira, 16, pela Secretaria de Segurança. Crimes como homicídios, furtos e roubos de celular, por exemplo, diminuíram. Oito índices subiram e três permaneceram iguais.

No carnaval deste ano, foram registrados 92 homicídios no Estado, enquanto no ano passado foram 108 (queda de 14,81%). O número de roubos a transeuntes neste ano foi de 1.062, enquanto em 2017, 1.178 (recuo de 9,85%). O roubo de celulares também diminuiu, de 478 para 336 neste ano (menos 29,7%). Já o número de furtos a turistas, no entanto, saltou de 22 para 157 (613,63% a mais).

++ Governo federal decreta intervenção na Segurança Pública do Rio

++ Após intervenção no Rio, Pezão diz que vai terminar mandato de cabeça erguida

Houve aumento no número geral de ocorrências – 5.773 para 5.865, um avanço de 1,59%. Em 2016, o número foi muito maior, 9.016, e em 2015, 9.062. A queda, em três anos (em 2018, na comparação com 2015), foi de 35,27%%.

Correções
16/02/2018 | 20h24

Dezesseis dos 27 indicadores de violência recuaram e não dezessete, como havia sido publicado anteriormente. Destes, três permaneceram iguais e não dois.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.