Acidentes nos trens do Rio serão investigados pela Agestransp

Na estação Pilares, um homem caiu de um trem, logo depois, em São Cristóvão, um passageiro caiu no vão durante o desembarque

O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2014 | 12h56

RIO - Dois acidentes que aconteceram na manhã desta quarta-feira, 24, no sistema ferroviário serão investigados pela Agência Estadual de Transportes do Rio (Agestransp). De acordo com a concessionária de trens, Supervia, um homem não identificado caiu do trem perto da estação Pilares, no ramal de Belford Roxo, por volta das 8h. Meia hora depois, em outro acidente, um passageiro caiu no vão entre o trem e a plataforma quando desembarcava na estação São Cristóvão.

No primeiro acidente, o homem foi levado para o Hospital Salgado Filho, no Méier, zona norte, pelo Corpo de Bombeiros. A concessionária informou que vai apurar denúncia de que ele impedia o fechamento das portas do vagão. Segundo a concessionária, a atitude pode ser considerada crime "por expor a vida e a saúde de terceiros a perigo eminente".

Às 8h25, em São Cristóvão, estação que atende os cinco ramais, outro passageiro foi atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e depois foi encaminhado para um hospital.

Em nenhum dos casos, a circulação de trens foi interrompida. Segundo a Agetransp, técnicos analisarão se os meios, sistemas e equipamentos da Supervia contribuíram para os dois acidentes. Também será avaliada a qualidade do atendimento aos usuários.

Tudo o que sabemos sobre:
RioSuperviaAgestransptrem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.