Adolescente é baleada ao reagir a assalto na zona oeste do Rio

Garota teria corrido para não entregar o celular aos assaltantes

Carina Bacelar , O Estado de S. Paulo

19 de abril de 2015 | 11h39

Atualizado às 14h50.

A jovem Waleska Soares Batista, de 13 anos foi baleada no rosto e no obro após reagir a um assalto em Bangu, zona oeste do Rio. De acordo com policiais do 14º Batalhão (Bangu), o crime ocorreu por volta de 10h, quando a adolescente deixava um culto em uma igreja situada na rua Boiobi. Segundo PMs, ela teria tentado correr para não entregar um celular aos assaltante, que, segundo testemunhas, seria um menor de idade.

Socorrida para a Clínica da Mulher,também em Bangu, ela foi transferida para o hospital Albert Schweitzer, em Realengo (zona oeste) e seu quadro de saúde é estável, apesar de sem previsão de alta. O caso é investigado pela 34ª Delegacia de Polícia (Bangu). Ninguém foi preso.

Uma coincidência marca o local onde ocorreram os disparos: na mesma rua Boiobi, em 17 de janeiro, a menina Larissa de Carvalho, de 4 anos, morreu após ser baleada na cabeça. Ela saía de um restaurante com os pais na esquina com a rua Rio da Prata quando foi atingida por uma bala perdida. O caso de Larissa vem sendo apurado pela Delegacia de Homicídios da Capital Fluminense. 

Tudo o que sabemos sobre:
CrimeviolênciaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.