Adolescentes infratores fazem rebelião em Volta Redonda

Sem manter nenhum refém até o momento, cerca de 35 internos comandam o motim no Centro de Socioeducação 

Thaise Constancio, O Estado de São Paulo

22 de setembro de 2014 | 16h14

RIO - Adolescentes internados no Centro de Socioeducação Irmã Asunción de La Gándara Ustara, na cidade de Volta Redonda, no sul fluminense, iniciaram um motim no início da tarde desta segunda-feira, 22. De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase) não há reféns até o momento.

Alguns jovens foram agredidos por outros adolescentes e estão recebendo atendimento médico no local. Ainda segundo a assessoria, alguns adolescentes se entregaram, mas outros 35 adolescentes mantêm o motim.

A direção do centro de socioeducação e a coordenação de segurança estão no local negociando com os adolescentes o fim do conflito. A Polícia Militar reforça o policiamento no local.

A assessoria de imprensa não confirmou quantos adolescentes estão internados no local. 

Tudo o que sabemos sobre:
Riorebelião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.