Agente penitenciário é vítima de latrocínio no Rio

Tiago Teles foi abordado por dois assaltantes que estavam a bordo de uma moto na zona norte da cidade

Ricardo Valota, do estadão.com.br

08 de junho de 2011 | 02h38

SÃO PAULO - O agente penitenciário Tiago Teles de Castro Domingues, de 31 anos, foi morto a tiros, às 19h30 de terça-feira, 7, por dois bandidos que o abordaram junto a um semáforo na esquina da avenida Maracanã com a rua Doutor Octávio Kelly, próximo da praça São Francisco Xavier, região da Tijuca, zona norte do Rio.

Em sua moto, a vítima, que estava armada com uma pistola calibre ponto 40, foi surpreendida por dois assaltantes, ambos numa segunda moto. Não se sabe se Domingues tentou reagir ou se foi baleado ao ter a arma descoberta pelos criminosos, que fugiram levando a pistola do agente penitenciário. Mesmo encaminhado ao Hospital Municipal do Andaraí, Tiago não resistiu aos ferimentos e morreu.

O latrocínio - roubo seguido de morte - foi registrado na Divisão de Homicídios, cujo plantão não soube informar a unidade prisional em que a vítima trabalhava nem dados sobre a característica física dos assaltantes e o modelo e a cor da moto ocupada pela dupla.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.