Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Apartamento do governador do Rio no Leblon é invadido por bandidos

Crime no imóvel de Pezão foi registrado, mas a polícia não informou o que foi levado na ocorrência; caso é o segundo em cinco anos

Mariana Sallowicz, O Estado de S.Paulo

15 Maio 2017 | 17h03
Atualizado 15 Maio 2017 | 19h34

RIO - O apartamento do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), foi invadido por bandidos na última quarta-feira, 10, segundo informações da Polícia Civil; ele não estava no local no momento da ocorrência. O imóvel fica no Leblon, bairro nobre da zona sul do Rio. A delegada Monique Vidal, titular da 14ª Delegacia de Polícia (Leblon) determinou o registro da ocorrência. A polícia solicitou imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os suspeitos.

A polícia não deu detalhes sobre como foi o assalto nem informou o que foi levado. Essa é a segunda vez que o apartamento do governador é assaltado. Em abril de 2012, o imóvel foi arrombado durante a madrugada. Pezão, então vice-governador do Rio, estava viajando. À época, as informações eram de que tinha sido furtados eletrodomésticos e joias. 

"Desde quando voltou de licença, em novembro do ano passado, o governador e a família se mudaram para a residência oficial do governo do Estado, o Palácio Laranjeiras, por recomendação médica, para ficar mais próximo do Palácio Guanabara, sede administrativa do governo”, diz o governo do Rio por meio de nota.

O comunicado diz ainda que a primeira-dama, Maria Lúcia Horta Jardim, foi quem constatou que o apartamento havia sido invadido, mas, no primeiro momento, não deu por falta de nenhum objeto. A ocorrência foi registrada na 14ª Delegacia de Polícia (Leblon) no mesmo dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.