Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Apontada como mandante do crime, Flordelis participa de audiência sobre morte do marido

Deputada chora ao chegar no Fórum de Niterói após rever seus familiares que estão presos preventivamente

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2020 | 12h31

RIO - A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, participa nesta sexta-feira, 27, de audiência sobre o caso no Fórum de Niterói. Na chegada, ela reafirmou sua inocência.

"Com certeza. Mais uma vez (vou defender que sou inocente)", disse rapidamente aos jornalistas, ao chegar à 3ª Vara Criminal de Niterói. Na audiência desta sexta-feira são ouvidas testemunhas de acusação.

A deputada e mais sete pessoas - incluindo filhos adotivos ou biológicos, além de uma neta - são réus no caso. À exceção da parlamentar, todos os demais estão presos preventivamente. Flordelis está em liberdade assistida, sendo obrigada a usar tornozeleira eletrônica.

A parlamentar foi a primeira a chegar à audiência nesta sexta-feira. Ela chorou ao ver a chegada dos familiares presos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.