Reprodução/Renan Brites Peixoto
Reprodução/Renan Brites Peixoto

Após aglomerações, governo do RJ veta consumo de bebidas após 21h em ambientes externos

Estacionamento de veículos particulares na orla do Rio de Janeiro, no trecho entre as praias do Leme ao Pontal, também foi vetado aos finais de semana e feriados

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2020 | 16h08

RIO - O governo do Estado do Rio publicou decreto nesta sexta-feira, 11, impondo novas medidas restritivas de combate à transmissão do coronavírus. Dentre elas está a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em ambientes externos de bares a partir das 21h - os estabelecimentos, contudo, poderão funcionar até a 1h da madrugada. O estacionamento de veículos particulares na orla também foi vetado aos finais de semana.

O decreto vem dias após bares e praias do Rio registrarem grande aglomeração de pessoas, desrespeitando normas de afastamento social ou até mesmo decretos em vigor, como o que proíbe a permanência de pessoas na areia.

Segundo as determinações autorizadas pelo governador em exercício Cláudio Castro (PSC), bares e restaurantes podem continuar atendendo ao público com 50% da sua capacidade de lotação, até 1h, mas com a proibição do consumo de bebidas alcoólicas em ambiente externo depois das 21h. Música ao vivo e sistema self-service seguem suspensos.

Pelas próximas semanas, também não será permitido, aos sábados, domingos e feriados, o estacionamento de veículos particulares na orla do Rio de Janeiro, no trecho entre as praias do Leme ao Pontal. A exceção é para moradores da região.

Segundo o governo do Estado, as medidas foram definidas em comum acordo com a Prefeitura do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.