Wilton Junior/Estadão/30-3-2014
Wilton Junior/Estadão/30-3-2014

Após entrar por engano em favela no Rio, mulheres ficam feridas

Carro entrou na Vila do João e foi recebido a tiros; passageira do carro e mulher que estava em ônibus foram atingidas

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2016 | 17h40

RIO- Um casal de turistas que usava um carro com placas de Manaus entrou por engano na Vila do João, favela do complexo da Maré, na zona norte do Rio, vizinha à Avenida Brasil, e foi atacado a tiros por criminosos, na noite desta quinta-feira, 16. O carro foi atingido por cinco tiros. O motorista saiu ileso, mas a passageira Maria Lucila Barbosa de Araújo, de 49 anos, foi ferida na coxa direita.

Hernanda Pereira da Silva, de 27 anos, passageira de um ônibus que passava pela avenida Brasil no momento dos tiros, foi atingida na mão. Atendidas no Hospital Geral de Bonsucesso, na zona norte, as duas vítimas passam bem.

Os autores dos disparos não foram identificados. Segundo a Polícia Militar, momentos antes do ataque, um grupo de traficantes rivais à facção que domina a Vila do João tentou entrar na favela e houve confronto. Logo em seguida o casal entrou na comunidade, e os traficantes podem ter suposto que se tratava de integrantes da quadrilha rival.

O casal seguia para a Linha Vermelha quando errou o caminho. O ônibus onde estava a passageira ferida fazia a linha 335 (Cidade Alta x Praça Tiradentes).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.