Reprodução/TV Estadão
Reprodução/TV Estadão

Após mobilização de amigos e clientes, Bar Luiz continuará funcionando

Símbolo da boemia carioca, bar de 132 anos deve seguir aberto após comoção; anúncio levou mais de 600 clientes por dia ao local

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2019 | 20h31

O dia previsto para o bar que nasceu no Império fechar as suas portas acabou se transformando no dia do fico. Neste sábado, 14, o tradicional Bar Luiz, no Centro do Rio, anunciou que manterá suas atividades, iniciadas há 132 anos. A continuidade do estabelecimento especializado em quitutes alemães e que já foi símbolo da boemia carioca foi possível graças à mobilização de clientes, amigos e profissionais da área de bares e gastronomia.

“Essa notícia (do fechamento) causou a todos uma comoção tamanha que resultou numa linda corrente de solidariedade a favor da resistência e permanência do Bar Luiz”, diz texto publicado na página do bar no facebook. “Passamos de um movimento diário de seis clientes para 600 ou mais!”

Na segunda-feira passada, 9, a reportagem do Estado esteve no bar instalado no número 39 da Rua da Carioca, no Centro do Rio, e registrou o intenso movimento. Com o anúncio, dois dias antes, de que aquela seria a última semana do Bar Luiz, centenas de clientes foram ao local. O comprido salão onde fica o estabelecimento lotou e uma fila enorme se formou do lado de fora.

Dentre os que estiveram lá naquele dia estava o empresário Ottomar Grunewald, que é dono de um premiado restaurante no Rio. Ao fim do almoço, ele procurou o gerente do Luiz para oferecer ajuda. E assim o fez.

“Nossa equipe, que já havia sido reduzida de 48 para oito funcionários, ganhou reforço com o apoio voluntário e incondicional do amigo empresário Otto, do também alemão Otto Restaurante, que reforçou o nosso time trazendo 14 funcionários de sua própria equipe para nos ajudar durante toda essa semana. Ele próprio, com seu sócio Astor, literalmente colocaram a mão na massa e assim pudemos atender a todos que aqui estiveram”, complementa o texto publicado na rede social do Bar Luiz.

A chef e empresária Robert Sudbrack também foi lembrada na postagem. “(Ela) mobilizou nas redes sociais uma forte campanha a favor do Bar Luiz, convocando investidores, clientes, apaixonados pela gastronomia e história da cidade a agirem a favor do Bar vindo aqui num ato de resistência e luta pela causa!”, informa o comunicado.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.