DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Sobe recompensa por traficante suspeito de matar empresária

Tineném teria ordenado ataque a casal em Niterói; Portal dos Procurados oferece R$ 5 mil por informações que levem à prisão

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

06 Outubro 2015 | 10h56

RIO - O Portal dos Procurados, projeto ligado ao Disque-Denúncia, aumentou para R$ 5 mil a recompensa por informações que levem à prisão de Rodrigo da Silva Rodrigues, o Tineném. Ele é acusado de chefiar o tráfico de drogas no Complexo do Caramujo, em Niterói, no Grande Rio, e de ter ordenado o ataque ao carro do empresário Francisco Múrmura, de 69 anos, neste domingo, 4. 

Múrmura foi parar na favela depois de seguir o caminho indicado por um aplicativo de celular. A mulher dele, a empresária Regina Múrmura, de 70 anos, foi atingida duas vezes pelos disparos e morreu no hospital. Anteriormente, o Portal dos Procurados oferecia R$ 1 mil de recompensa por Tineném.

O criminoso tem cinco mandados de prisão expedidos contra ele, quatro por homicídio e um por tráfico de drogas. Entre os casos de homicídio está o do sargento da PM Joílson da Silva Gomes, executado com mais de 50 tiros. O traficante também é suspeito do assassinato do casal Edvaldo Correa, de 70 anos, e Jane Correa, de 72, no Morro do Caramujo. Eles foram retirados de casa, agredidos e desaparecem em seguida. Correa havia removido barricada do tráfico em frente à casa dele para passar de carro e não recolocou a barreira. 

As informações sobre Tineném devem ser denunciadas por mensagem de texto, vídeo ou fotos para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou pela Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O anonimato é garantido. 

Mais conteúdo sobre:
Violência Rio de Janeiro Niterói

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.