Avenida e ciclovia são interditadas após queda de árvore no Rio

Ventos fortes causaram o acidente; ninguém ficou ferido

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

27 Abril 2016 | 18h25

RIO - Cinco dias após o desabamento de um trecho da ciclovia Tim Maia, construída ao lado da Avenida Niemeyer, em São Conrado (zona sul do Rio), às 15h55 desta quarta-feira, 27, uma árvore caiu sobre a avenida e a ciclovia, interditando ambas. Ninguém se feriu e a árvore não atingiu nenhum veículo, segundo os bombeiros. A queda foi causada pelo forte vento que atingiu a cidade. 

A avenida está interditada nos dois sentidos e agentes da prefeitura trabalham para retirar a árvore, mas, por enquanto, os motoristas devem usar a Autoestrada Lagoa-Barra, informa o Centro de Operações da Prefeitura do Rio.

Durante a tarde desta quarta, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou ventos de 72,4 km/h nas imediações do Forte de Copacabana, neste bairro da zona sul, e de 64,4 km/h na Marambaia (zona oeste). 

A ressaca marítima iniciada nesta quarta deve se estender até a próxima sexta, 29, causando ondas gigantes - segundo o Centro de Hidrografia da Marinha, elas podem chegar a 3,5 metros de altura. A temperatura está em queda no Rio.

Mais conteúdo sobre:
Tim Maia Forte Copacabana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.